BRASIL, um país de toLos!: 27 Novembro 2005

BRASIL, um país de toLos!

"Acima de tudo procurem sentir no mais profundo de vocês qualquer injustiça cometida contra qualquer pessoa em qualquer parte do mundo. É a mais bela qualidade de um revolucionário" - Che Guevara

02 dezembro 2005

Terrorismo no Rio X Descaso dos Governantes

“Deitado ETERNAMENTE em berço esplendido..”

Esse trecho, retirado do hino nacional brasileiro, reflete exatamente a posição dos nossos governantes, neste caso especificamente, a senhora Garotinho e o senhor César Maia. Respectivamente Governadora e Prefeito do Estado do Rio de Janeiro.

Enquanto ela repousa com a justificativa de “estresse” por muito trabalho, ele, César Maia, brinca de Internauta.

E nós, povo carioca, ficamos imprensado entre esses dois brincalhões e o “poder paralelo” dos bandidos do Rio... VIVA O BRASIL!!!
Por outro lado...
Jornal O Dia
Família engolida pelo fogo Rapaz quebrou vidro para tentar salvar mulher e a filha, mas teve que se jogar enquanto elas agonizavam. Ele corre risco de morrer
Rio - Num quarto do 9º andar do Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital do Andaraí, uma das vítimas graves do ônibus 350 (Passeio-Irajá) luta pela vida e para apagar da memória as cenas da filha e da mulher em chamas. Com a voz baixa, o olhar desolado e 40% do corpo queimado, o faxineiro Rogério Mendes de Oliveira, de 27 anos, parece ouvir a todo o momento a última frase de Wania Lúcia Barbosa, 35 anos: “Amor, estou queimando”. Os lamentos da mulher foram em vão.
Rogério não conseguiu ajudar Vitória Cristina Barbosa, de um ano e dois meses, e a mulher, que morreram abraçadas. “Disse para a Wania: ‘Filha, a gente vai morrer. Olha o fogo vindo. Segura a neném que vou quebrar o vidro! A única coisa que posso fazer é quebrar o vidro e jogar ela do lado de fora. Pelo menos vamos salvar ela’”. Mas, tomado pelo desespero e fogo, Rogério tomou a mais difícil das decisões.
Ele teve que salvar a si mesmo. Pulou da janela traseira do ônibus, quebrada a pedradas pelo motorista, Clóvis de Moraes Pinheiro, 50 anos, e viu em 30 segundos – tempo suficiente para as labaredas transformarem o ônibus em um amontoado de ferros retorcidos – sua vida destruída.
“Quando olhei para trás, elas estavam pegando fogo. Pulei pegando fogo e saí rolando no chão. Quando levantei, só vi o ônibus em chamas. Senti um clima de covardia em tudo que aconteceu”, contou ele. Apesar da tragédia, o faxineiro prefere não julgar os autores do atentado. “Que Deus perdoe essas pessoas. Não tem sentido o que eles fizeram. Eu só olhei e vi eles jogando um produto nos bancos”, disse ele, que pretende se dedicar ao filho de 11 anos do primeiro casamento de Wania, que o chama de pai. Leia mais em www.odia.com.br
FOTOS OGLOBO ONLINE - www.oglobo.com.br
A nossa faixa de gaza (fronteira violentíssima, que separa a Palestina do Estado de Israel)
O terror...

O desespero...



O Enterro...

O Protesto...












A Visão do inferno...


01 dezembro 2005

DIRCEU CASSADO, democracia restabelecida.


Foi cassado na noite de ontem, 30/novembro/2005, deputado (agora ex) José Dirceu. Com uma biografia discutível, no que diz respeito "a sua luta contra a ditadura", já que esteve uma boa parte dela em Cuba, sobre a tutela de Fidel Castro. E a outra restante se fazendo de "Cidadão de Bem" num canto do Brasil...Mais voltando ao restabelecimento da democracia, VIVA O BRASIL! Que mesmo com a indevida interferência do Poder Judiciário, fez-se justiça.

Tratemos agora de virar essa horrível página, e, na eleição do ano que vem se Deus quiser, rasgar esse maldito livro de uma vez por todas, e para sempre! E igualmente desejamos que passemos ater uma oposição responsável, que não crie tumultos, como era a característica do partido que se acabou (PT).

29 novembro 2005

Carta ao Presidente

[Carta publicada no site http://www.enfoquebrasil.com.br/ em 14 de setembro de 2003]

Rio de Janeiro, 14 de setembro de 2003

De: Marcelo Santos
Para: Il.mo. Sr. Presidente da República Federativa do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva

Sr. Presidente,

Fico muito satisfeito em saber que o senhor esta se alimentando direitinho, fico feliz em saber que a senhora Marisa esta contente, alegre, com a sua subida rápida ao topo. A propósito, qual é o gosto da sua majestosa comida? A carne de búfalo é boa mesmo? E o queijo? É realmente verdade que o champagne Francês é magnífico? E os queijos, caríssimos e importados? E... ops! Desculpe Sr. Presidente, é que enquanto eu me empolgava aqui falando e escrevendo, percebi que minhas 2 filhas pequeninas passavam a língua nos lábios, como a contemplar e saborear algo que, talvez nunca, pelo menos agora na infância, tenham o prazer de experimentar...

Por isso acho melhor eu parar de falar nessas coisas gostosas que o senhor come, junto com os seus Ministros, nos churrascos de domingo. Mais só para encerrar, eu gostaria de saber qual é o gosto do caviar, que eu nunca vi, nem comi, mais ouço falar?...

Bem, me dê licença um minutinho que irei alimentar minhas filhas com a única coisa que, na metade do mês, ainda me resta aqui em casa, ovo e fubá...

...Oi Sr. Presidente, voltei!!! Triste, pois ouvi minhas filhas falarem ao comer o ovo: “Pai, depois dessas coisas gostosas que o senhor falou isso é a única coisa que o senhor vai nos dar???“ - Fazer o que né!!!

Bem, mais não é para falar de comida que eu escrevo. É para falar de saúde. Mais especificamente, verba para a saúde. Onde estará a verba Sr. Presidente?

Onde esta a verba de mais de R$ 16.000.000.000,00 (dezesseis bilhões de reais), arrecadados todos os anos por esse famigerado imposto (C.P.M.F.)?

Imposto esse, sem querer ser muito redundante, tão combatido pelo Sr. E o seu partido (PT), quando oposição...

Eu cobro Sr. Presidente, pois a Constituição Brasileira me permite isso. Eu cobro Sr. Presidente, porque eu contribuo (obrigatoriamente), para esse imposto.

Há, deixa eu contar uma coisa para o senhor. Sabia que eu recebo R$ 934,39 (novecentos e trinta e quatro reais, trinta e nove centavos), líquidos todo mês, e, só no mês de agosto (de 01 à 30) eu contribui R$ 15,38 (quinze reais, e trinta e oito centavos) Para o C.P.M.F.?

E que a Caixa Econômica Federal (banco do governo, que deveria promover o social, e faz justamente o contrário, cobrando taxas e juros absurdos e indecentes – vide declaração do Sr. Ministro das Cidades Olívio Dutra, sobre a taxa de administração das prestações de Habitação, para a baixa renda), me cobrou uma multa de R$ 15,00 (quinze reais) por saldo devedor, porque, por culpa deles, eu fiquei com a conta negativa em, pasmem, R$ 0,66 (sessenta e seis centavos) decorrente da cobrança de C.P.M.F. o senhor sabia dessa cobrança abusiva, permitida pelo Banco Central Brasileiro Sr. Presidente?

Ah, eu recebo informativos semanais do (PT) e, num desses informativos, o senhor, quando oposição, malhava de forma veemente a CEF. O senhor se lembra disso presidente? Ou o poder e a “governabilidade” já lhe fizeram esquecer?

Sr. Presidente, eu nunca pensei que um dia diria isso, pois minha vida toda sempre odiei a política, mais agora vou me engajar a entrar, e combater absurdos como esse. Vou lutar para que a C.P.M.F. (criado pelo então Ministro da Saúde Adib Jatene), para ser usado, única e exclusivamente, para melhorar a saúde, não seja usado para outros fins.

Sr. Presidente, além das 3 refeições diárias, o povo precisa de educação e SAÚDE. Desviar recursos da saúde para ajudar bancos e elétricas (vide ações do B.N.D.E.S.), não me parece atitude de um governo dito dos trabalhadores, ou é?

O que mais me revolta é ouvir de um dos seus ministros a seguinte frase: “a sociedade brasileira sabe que o governo não pode mais viver sem a C.P.M.F.”. Puxa o que é isso!!! O Fernando Henrique Cardoso foi duramente criticado quando, com outras palavras, disse o mesmo. O que é isso? o PT mudou de idéia?

Minha esposa trabalhava em uma empresa e me ajudava com o fardo que é viver num país tão desigual. Ela foi demitida Sr. Presidente. Quer saber porque?

Porque com os juros altos o senhor segurou a inflação, encheu o bolso dos banqueiros, que, muito devem ter lhe agradecido. Em compensação estagnou, parou a economia (a chamada recessão), com isso minha esposa não vendia, e se não vende demitida é. Lógica de mercado...

Lutarei, junto as Centrais Sindicais e os organismos de Defesa do Consumidor, para a extinção da C.P.M.F. para quem ganha a baixo de R$ 2.400,00 (dois mil e quatrocentos reais).

E, infelizmente, lutarei contra um partido que tanto acreditei!!!

E, o que é pior, terei que, pela primeira vez, concordar com as atitudes de alguns partidos, que, até então para mim, eram a imagem da burguesia no poder...

Sr. Presidente a C.P.M.F. me faz muito mal, pois lhe dá mais “picanhas” para o seu churrasco, e tira das minhas filhas o leite diários, necessário ao seu desenvolvimento.

Sem mais, e esperando que o senhor cumpra com todas as suas promessas que estão gravadas e registradas na imprensa nacional e internacional, me despeço lhe desejando boa sorte.

Marcelo Santos
Rio de Janeiro/Brasil

=============================================
RESPOSTA DA CUT À CARTA ACIMA:
Caro senhor, discordar, ou mesmo estar indignado, é justo e uma sociedade democrática permite a manifestação de opiniões. Pois bem, as "opiniões" manifestadas pelo senhor, a partir da cobrança da CPMF, são lamentáveis quanto ao nível preconceituoso e às acusações, o que descaracteriza qualquer possibilidade de análise. Mas ficou registrado as tais picanhas, champanhes, fubás e outros alimentos/bebidas.
=============================================
MINHA CONTRA-RESPOSTA À CUT :
Rio, 23 de setembro de 2003.
Prezado(a) Senhor(a), responsável pelo texto abaixo (acima). Quem lhes disse que eu quero uma "análise" de vocês? eu disse isso? não me lembro! Engraçado como são as coisas, se esse mesmo texto fosse feito na época de outros governos, certamente mereceria a "análise" profunda dos senhores. Porém não é um gorverno qualquer, é o governo do Lula, que, diga-se se passagem, eu admiro muito.
Agora, o fato de eu admira-lo não me impede de discordar de certas posições tomadas pelo governo que hora ele comanda.
Quanto ao "registro" das picanhas e outros alimentos, igualmente dispenso. Não querendo mais tomar o tempo dos senhores, só gostaria de fazer mais uma pequena, porém relevante colocação. Quando eu disse: "Lutarei, junto as Centrais Sindicais..." não estava me referindo exatamente a vocês, porque, caso os senhores não saibam, existe outras centrais sindicais nesse País.
Abraços,
Marcelo Santos
Por Um Brasil Melhor!!!

você sabe como ANULAR seu VOTO? aprenda aqui...

[Carta publicada no site www.enfoquebrasil.com.br em de 2004]

O voto em BRANCO, ao contrário do que parece, não significa que o eleitor não escolheu nenhum candidato, mas sim que ele abdica de seu voto.
Não é um ato de contestação e sim um ato de CONFORMISMO! Os votos em BRANCO significam TANTO FAZ e são acrescentados ao candidato de maior votação no último turno.
Ou seja, se existem dois candidatos Tubarão e Galinha, Tubarão termina com 52% dos votos, Galinha recebe 35% dos votos, 10% são votos em branco e 3% são nulos, isso significa que 3% dos eleitores não querem nem Tubarão nem Galinha no poder, mas 10% dos eleitores estão satisfeitos tanto com Tubarão como com Galinha, o que vencer está bom.
Neste exemplo, Tubarão tem uma aceitação de 62% do eleitorado. Já o voto NULO é um protesto válido.
Ele quer dizer que o eleitor não está satisfeito com a proposta de nenhum candidato e se recusa a votar em outro.
Esse tipo de voto é importante e é o que efetivamente faz a democracia, pois a existência dele permite que o eleitor manifeste a sua insatisfação. O voto NULO, ao contrário do que parece, é um voto válido. Só que ninguém fala dele, nem mesmo nas instruções para votação.
Explicam como votar em um candidato ou como votar em branco, mas ninguém explica como anular um voto.
Pois bem, para anular um voto é preciso digitar um número inexistente no número do candidato. Se um eleitor experimenta votar em branco, o terminal eletrônico avisa Você está votando em branco e então o eleitor pode confirmar, ou corrigir.
Mas se o eleitor coloca um número inexistente num terminal, ele acusa Número incorreto, corrija seu voto. Assim, os votos NULOS são desencorajados. Por que os votos nulos são desencorajados? Por que ninguém fala deles? E por que eu falo deles? Porque, se na eleição entre Tubarão e Galinha, Tubarão terminasse as eleições com 42% dos votos e Galinha com 30%, 10% de brancos e 18% nulos as eleições teriam que ser repetidas e nem Tubarão e nem Galinha poderiam participar das eleições naquele ano.
Resumindo, o voto NULO, do qual ninguém fala e que o terminal acusa como incorreto, é o único voto que pode anular uma eleição inteira e remover do cenário todos os candidatos daquela eleição de uma só vez. Se nenhum dos candidatos conseguir maioria (mais de 50%) no último turno, as eleições têm que ser canceladas! Os candidatos são trocados e novas eleições têm que ocorrer. Então, contribuindo para a campanha do voto consciente, se alguém estiver votando em Tubarão ou em Galinha, mas preferia não votar em nenhum dos dois, pode optar pelo voto incorreto, o voto NULO. Quem sabe um dia Tubarão e Galinha saem do cenário e os eleitores podem votar em Golfinho... Não seja obrigado a votar em quem você não quer no poder!

compromisso de campanha. Será que eles cumprem?

[Carta publicada no site www.enfoquebrasil.com.br em 15 de setembro de 2004]
PESQUISA DO JORNAL O GLOBO, LANÇADA NO SÍTIO www.oglobo.com.br - EM 15/09/2004.
- O que você quer perguntar aos candidatos a prefeito do Rio?
- A PERGUNTA ABAIXO FOI FORMULADA POR MIM, VAMOS VER SE O FUTURO PREFEITO IRÁ CUMPRI-LA:
Senhor candidato, eu gostaria de saber se você irá cumprir com todas as promessas feitas durante a campanha. Essas promessas serão, naturalmente, registradas pelos órgãos de imprensa.
Faço aqui 03 Perguntas: o senhor se compromete a cumprir todas as promessas, independente de como encontrar o caixa da Prefeitura? o senhor se compromete a não inventar desculpas antigas, como não sabia que iria encontrar uma situação tão complicada de caixa, para se desviar de seus compromisso assumidos em campanha? o senhor se compromete, com base nesse termo de responsabilidade que irá ser divulgado pelo O Globo e/ou demais organismos da imprensa, a entregar seu cargo e/ou enfrentar processo de cassação, caso venha a não cumprir, dentro dos prazos previamente divulgados, seus compromissos de campanha?

Nos explique presidente!

[Carta publicada no site www.enfoquebrasil.com.br em 23 de janeiro de 2004]

Rio de Janeiro, 23 de janeiro de 2004
A afirmação abaixo foi dita pelo deputado federal e presidente da câmara, Sr. João Paulo Cunha: "SE ALGUÉM VENDEU A ILUSÃO PARA A SOCIEDADE DE QUE EM 20 DIAS SERIA POSSÍVEL VOTAR MUDANÇAS NA PREVIDÊNCIA, TEM AGORA QUE EXPLICAR ISSO"
E ai presidente Lula, nos dê explicação! nos dê motivos para o senhor colocar R$ 50.000.00,00 (cinqüenta milhões) no bolso dos políticos, em detrimento da sofrida sociedade brasileira!Dinheiro esse, senhor presidente, que daria para comprar aproximadamente um milhão e trezentos mil quilos de arroz, um milhão e duzentos mil quilos de feijão e meia tonelada de carne moída.
E com isso alimentar por 1 ano milhares e milhares de cidadãos brasileiros que são hoje o que o senhor foi no passado, mortos de fome.
Mais nem isso parece lhe incomodar não é senhor presidente? Explique para a sociedade brasileira e para a imprensa nacional e internacional, ao qual eu repasso esses dados, senhor presidente. E ai, após as explicações, (inexplicáveis), eliminemos de uma vez por toda a hipócrita e demagógica mania de lhe chamar de presidente do povo.
Só queria lembrar, ao hoje, majestoso presidente da República Federativa do Brasil, que O FOME ZERO não saiu do papel. Mais A FOME ZERO continua sendo uma, já saudosa, utopia.

LULA ESTA ACABANDO COM O DESEMPREGO

[Carta publicada no site www.enfoquebrasil.com.br em 2003]
ATENÇÃO POPULAÇÃO BRASILEIRA!!! O GOVERNO LULA ESTA ACABANDO COM O DESEMPREGO!!!
CALMA GENTE, NÃO É COM O DESEMPREGO DO POVO NÃO. É COM O DESEMPREGO DOS SEUS MINISTROS, MULHERES DE MINISTROS, SEUS SECRETÁRIOS, MULHERES DOS SECRETÁRIOS, ETC. ETC. (VIDE ABAIXO)
Mulher de Berzoini negocia emprego:
Sônia Rodrigues receberá salário de R$ 4.898 na Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca
Romoaldo de Souza/JB - BRASÍLIA
Mulher do ministro do Trabalho, Ricardo Berzoini, a bancária Sônia Lourdes Rodrigues está prestes a mudar de emprego. Do gabinete do deputado Paulo Bernardo (PT-PR), onde trabalha hoje, ela deve sair para ocupar o cargo de chefe da Coordenação de Crédito da Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca.
Como antecipou ontem a coluna do jornalista Ricardo Boechat, no JB, Sônia vai receber um salário de R$ 4.898 - correspondente ao valor de cargos comissionados no nível DAS-4. Sônia Rodrigues explicou ao JB que ainda está negociando a sua contratação, embora o assunto tenha sido tratado ontem pelo chefe da Secretaria Especial da Pesca, José Fritsch, como mera especulação. - Tudo isso é muito chato. Parece até que meu marido me coloca aqui, me coloca acolá. Estou conversando com o ministro Fristch porque a gente tem um bom relacionamento e eu tenho um ótimo currículo - assegura Sônia.
Petista desde 1982, Sônia trabalhou durante 18 anos no Banco do Brasil, de onde saiu depois de aderir a um programa de demissão voluntária para tornar-se empresária. Interrompeu a experiência, contudo, quando o PT chegou ao governo. - Apresentei meu currículo e acho que o ministro Fritsch quer levar essa experiência para a secretaria.
A contratação ainda está sendo configurada - garantiu. Tão logo o ministro Berzoini assumiu a Previdência Social, Sônia foi contratada como assessora parlamentar da deputada Selma Schons (PT-PR), ganhando R$ 3,5 mil.
Selma considerava a contratação de uma mulher de ministro meio atravessada e Sônia acabou se transferindo para o gabinete do também petista paranaense Paulo Bernardo. - Sou mulher do Berzoini há 17 anos, passamos juntos diversas fases da nossa vida. Tudo o que conquistei até hoje foi por mérito próprio. Ele não gosta disso - afirmou.
A mulher do ministro não é a única a ter um emprego público em Brasília. Reportagens recentes apontaram outras mulheres de petistas empregadas no governo. Margareth, mulher do ministro da Fazenda, Antonio Palocci, trocou um salário de R$ 1.120 como médica sanitarista da Prefeitura de Ribeirão Preto, onde o marido foi prefeito, para trabalhar como assessora da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). Conseguiu um DAS-4 de R$ 4.850 - reajuste de 300% sobre o salário pago pela prefeitura. O chefe da Casa Civil, José Dirceu, também aumentou a renda familiar. Sua mulher, Maria Rita, socióloga no governo paulista há mais de 20 anos, trocou o salário de R$ 5.189 pelos R$ 7 mil pagos na assessoria da presidência da Escola Nacional de Administração Pública (Enap), órgão do Ministério do Planejamento.

Prefeitura de Verdade, com P maiúsculo

[Carta publicada no site www.enfoquebrasil.com.br em 08 de outubro de 2003]

Rio de Janeiro, 08 de outubro de 2003.
A MATÉRIA ABAIXO FOI PUBLICADA NO JORNAL O GLOBO DO DIA: 03 DE OUTUBRO DE 2003 - SEXTA-FEIRA. ISSO É UM VERDADEIRO EXEMPLO DE QUE ESSE PAÍS, COM PESSOAS SÉRIAS NO COMANDO, AINDA TEM JEITO!!!
ESPERO QUE VOCÊ, AMIGO DO EnfoqueBRASIL, TENHA O MESMO PRAZER QUE EU TIVE AO LER.
"PREFEITA QUE SUBSTITUIU MARIDO ESTÁ POR TRÁS DA MAIOR ALTA DO IDH EM SÃO PAULO."
Índice de Guararema teve crescimento de 13,2% entre 1991 e 2000 SÃO PAULO. Prefeita por acaso, Conceição Aparecida Alvino de Souza é a responsável pelo maior crescimento do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) da Região Metropolitana de São Paulo, na cidade de Guararema, entre 1991 e 2000.
Ela se viu candidata em outubro de 1998, um mês antes da eleição, quando seu marido morreu. Ele era o candidato e o partido, o PFL, a indicou para substituí-lo. No ano passado, Conceição foi reeleita e filiou-se ao PSDB, do governador Geraldo Alckmin.
- Primeiro me preocupei em cumprir todas as promessas dele. E dei prioridade para saúde e educação - explica Conceição, que não considerou difícil governar e assumiu de corpo e alma a função de mãezona da cidade.
A 65 quilômetros da capital paulista, Guararema é o município que mais se destaca na Grande São Paulo.
O IDH-M da cidade cresceu 13,2% entre 1991 e 2000, enquanto os índices da capital e dos municípios mais populosos, como Santo André, São Bernardo do Campo e Guarulhos, ficaram abaixo ou próximos à média de 4,5% da Região Metropolitana. Grande parte do orçamento municipal, que este ano é de R$ 24 milhões, vai para a manutenção de uma rede de escolas e creches e de postos de saúde. Toda a população - 22 mil habitantes, segundo o IBGE, mas uns 30 mil, segundo Conceição - se beneficia da ação social.
Ao entrar na creche João Freire Martins, a reação é imediata: - É a tia Conceição!!! - gritam várias crianças. Mortalidade infantil caiu de 33,5 para 13,6 por mil A creche atende 190 crianças das 7h às 17h. As crianças de 0 a 7 anos, separadas em quatro faixas etárias, recebem três refeições, uniforme, atendimento médico e odontológico e passam o dia em um local arejado e bem cuidado.
- Tia, traz comida pra mim - pede o pequeno Alex, de 6 anos, logo atendido por Conceição. A mortalidade infantil, conforme os dados do IDH-M, caiu de 33,5 para 13,6 a cada mil nascimentos até um ano de idade. A população de 7 a 14 anos de idade que freqüenta a escola subiu de 81% para 95,6%. Mas, segundo a prefeita, já aumentou.
Se ela fica sabendo de alguma criança fora da escola, vai atrás para trazê-la para a sala de aula. Para reduzir a pobreza em 32,13% e aumentar a renda per capita em 61,49%, dois fatores foram decisivos: a atuação de Conceição e os royalties de R$ 12 milhões que a prefeitura recebia anualmente da Petrobras por sediar um terminal de estocagem de combustíveis e parte do Gasoduto Bolívia-Brasil. O pagamento foi cortado este ano, reduzindo o orçamento a R$ 24 milhões. Conceição luta pelos royalties na Justiça.
SÓ TENHO UMA COISA A DIZER PARA ESSA PREFEITA: OBRIGADO Sra. CONCEIÇÃO APARECIDA ALVINO DE SOUZA, POR ACREDITAR NESSE PAÍS.
Marcelo Santos
Por Um Brasil Melhor!!!

A JUSTIÇA É CEGA, MAIS AINDA ENXERGA NO ESCURO.

[Carta publicada no site www.enfoquebrasil.com.br em 01 de novembro de 2003]

Rio de Janeiro, sábado, 01 de novembro de 2003
- É com muita emoção e satisfação que leio nos jornais de hoje: O Dia, O Globo e Extra, com destaque para o Jornal O Dia, as notícias sobre o PROPINODUTO. Onde são presos ladrões, sem o mínimo de escrúpulos, que roubam o nosso dinheiro sem dó nem piedade.
Dinheiro esse que, certamente, daria para pagar o 13º salário dos nosso servidores. Foram presos como bichos que são e escrachados, com todo mérito, pela opinião pública. Cheguei às lágrimas ao ler no Jornal O Dia a seguinte frase: ELES NÃO DEIXARAM CAIR NA IMPUNIDADE. - Em referência a maravilhosa atuação da equipe composta por ilibados agentes das respeitosas instituições brasileiras: JUSTÍCA, MINISTÉRIO PÚBLICO, POLÍCIA FEDERAL e RECEITA FEDERAL, como por exemplo, os Senhores Doutores: ALFREDO LISBOA, MARY LUCY BARRA, GINO LICCIONE, MOACIR LEÃO E DAVID SALEM (COM A SUA JOVEM E HONESTA EQUIPE DE AGENTES).
É por causa de atitudes como essa e de pessoas como vocês que fazem o povo brasileiro, apesar do desânimo, ainda acreditar nesse País!!! Só esperamos que não surja, como de costume, algum membro da nossa Justiça para por tudo isso a perder, concedendo liminares e/ou decisões favoráveis a esses crápulas da sociedade. Ou algum da nossa política, já tão desacreditada, com Leis votadas a toque de caixa, que sirvam de álibis para que advogados consigam libertá-los. A sociedade clama por Justiça, e que ela seja feita!!!

Onde esta a C.P.M.F.? Para que ela se destina?

[Carta publicada no site www.enfoquebrasil.com.br, em 25/setembro de 2003]

Rio de Janeiro, 25 de setembro de 2003.

Sociedade Brasileira!!! A Saúde, como todos sabemos, esta um verdadeiro caos... pessoas morrendo Brasil à fora por falta de atendimento médico digno. Pessoas abandonando tratamentos (como por exemplo: AIDS, Diabetes e Hipertensão...), por falta de medicamentos. Leitos de hospitais lotados em todo País. Médicos e Profissionais da Saúde, em geral, ganhando um salário constrangedor.
Ai eu faço a velha, porém sempre necessária pergunta: Onde esta a verba de mais de R$ 16.000.000.000,00 (dezesseis bilhões de reais), arrecadados todos os anos por esse famigerado imposto (C.P.M.F.)? Imposto esse, sem querer ser muito redundante, tão combatido pelo atual presidente e o seu partido (PT), quando oposição...
Imposto esse criado pelo então Ministro da Saúde Adib Jatene, para ser usado, única e exclusivamente, para melhoria da saúde, onde esta? cadê a oposição desse País que nunca toca nesse assunto tão sério? Fica para reflexão a seguinte questão: se os políticos são contra nós, quem será a favor de nós?

(in)JUSTIÇA BRASILEIRA

O ESCRITO ABAIXO FOI "SUGADO" POR MIM DO BLOG DO BRILHANTE RUY NOGUEIRA - http://www.mail-archive.com/direitos_humanos@yahoogrupos.com.br/msg00809.html - ONDE SE PODERÁ VER CLARAMENTE QUE A (in)JUSTIÇA NO BRASIL CORRE SOLTA... COM A BENÇÃO DA FAMÍLIA ROUBALUF E COM AS ASAS DO TALÃO DE CHEQUES DO NOSSO "QUERIDO" SÉRGIO NAYA:
===========================================

[Direitos_Humanos] Pela limpeza do Supremo: A Toga pelo avesso - Rui Nogueira
Celso Galli CoimbraThu, 03 Nov 2005 05:02:36 -0800
Este texto abaixo é o melhor retrato do nossoEx-excelso pretório, o STF.

Antes de Lulla nomear quatro ministros e Jobim
tornar-se Presidente da confiança do governo petista
para o STF já era necessária a revisão da constituição política,
e não mais técnica, desse Órgão Julgador,
agora tornou-se urgente.
Um dia este país ainda vai virar uma república.
***
"Começamos a ver que a suspicácia nãose circunscreve somente ao legislativo, com figuraslastimáveis como a do podre Severino Cavalcanti, dofedorento José Borba, dos petistas promíscuos domensalão, do insepulto cubano Zé Dirceu, da figuraabjeta do "Bispo" Rodrigues."
***
O político Nélson Jobim foi quem começou essa histórianada edificante. Foi ele, foi ele, sim, quem primeirorasgou a toga e deixou à mostra as intimidades queninguém queria ver: envolvimento político, claraadvocacia de interesses, cabala de votos, intromissãonos outros poderes, partidarização de suas atividades,votos estarrecedores, concessões de hábeas-corpus aDelúbio Soares e Marcos Valério, afrontas constantes àcidadania. Caiu de majestade o ex-sócio de EliseuPadilha, amigo de José Serra e de José Dirceu, aliadode FHC e do cumpanheiro Lulla, candidato a cargoeletivo nas próximas eleições, a mais controvertida epolêmica figura que já passou pelo STF.***
"Os brasileiros tem o direito de exigir que oSTF se dê ao respeito. A coisa chegou a um ponto tãoabsurdo, tão lastimável, tão escandaloso, que umministro vota contra a vontade do Dr. Jobim e eleataca verbalmente o colega, obrigando outro a socorrero primeiro pedindo que "não baixe a guarda, ministro".E o Dr. Jobim, diz que o voto do colega é "udenista" elembra que "foi a UDN que levou Getúlio ao suicídio".Desmemoriado esse Nélson Jobim! Recomendo-lhe que serecorde de que foi ministro de Fernando Henrique edele ganhou sua vaga no Supremo, e tal governo viviacantando em verso e prosa "o fim da era Vargas". Nãosabia que o distinto era getulista. Queinteressante ... Se for à biblioteca do Supremo e seder ao trabalho de ler nosso maior historiador, osaudoso Hélio Silva, vai saber que seu avô, entãogovernador do Rio Grande do Sul, conspirou tantocontra Vargas quanto qualquer das vestais paridas daUDN. Por trás, já que pela frente disputava espaço nopalanque e atenção do velho até com GregórioFortunato."
***
(...) garante prévia impunidade aladrões que vão depor em Comissões Parlamentares deInquérito. Nunca o STF esteve na berlinda como agora.Algo há que ser feito. É preciso, urgentemente,promover a responsabilização penal e política, atravésdo Congresso Nacional como representação maior dasociedade civil, do Ministro Nélson Jobim. Juiz não édivindade, toga não é sudário.------------Monday, October 24, 2005Pela limpeza do Supremo**"Já que o mundo fez de mim uma prostituta,irei transformar o mundo num grande bordel"*Clara Zachanassian,in "A visita da velha senhora",de Friederich Dürrenmatt***Na primeira das quatro vezes em que visitei Lima, acinzenta e úmida capital dos peruanos, avistei pelajanela do hotel Sheraton um edifício imponente, dolado oposto do largo e caótico Paseo de la República.Uma construção antiga, imponente, bonita, lembrando umpouco o demolido Palácio Monroe, na Cinelândia, ondefuncionou o Senado da República nos tempos do RioCapital Federal. No táxi indaguei sobre o mastodonte."És el palácio de la injusticia", esclareceu-me ovelho motorista, com traços indígenas, ar irônico eriso triste. Comecei a compreender ali, naquelepreciso instante, a fabulosa popularidade que oditador Alberto Fujimori gozava entre as camadas maishumildes da população. Meses antes, a suprema corteperuana havia passado por uma limpeza exemplar, comaposentadorias compulsórias, expulsões sumárias ousimples execrações de magistrados que se julgavamacima do bem e do mal. Os peruanos odiavam suajustiça. Os claros favorecimentos, as comentadascompras de sentenças, as negociatas quase públicas, asvendas de proteção, os engavetamentos ad aeternum, osescritórios de advocacia que garantiam as sentençaspreviamente compradas, os filhos que advogavam nacorte onde os pais eram juízes, os ex-sócios e suasintimidades com as maçanetas dos gabinetes, osescandalosos acertos com o sistema financeiro, aadesão sistemática aos governos, a desenvolturapolítica dos juízes e o impressionante descréditoperante os peruanos formaram o grosso caldo de culturaque propiciou uma faxina geral no poder judiciáriolocal. Esse mérito Fujimori tem: deu aos peruanos umajustiça na qual, ainda hoje, acreditam bem mais queantes.**O gatuno Carlos Menem foi nomeando juízes para a CorteSuprema da Argentina à sua imagem e semelhança. Cadaqual pior que o outro. Gente de quinta categoria.Lembro-me da imagem de um deles, um cáften típico, comdireito a anelão, cabeleira pintada de um negrobrilhoso, indecente, tipo asa da graúna, com cara depicareta, com jeito de picareta, com ademanes depicareta. Picareta, portanto. Nada na Argentinaescandalizou tanto, chocou tanto, afrontou tantoquanto aqueles provectos picaretas que garantiram aogatuno de La Rioja uma tranqüila maioria na últimainstância do judiciário local. E põe última nisso ...

Nestor Kirchner - homem corajoso e decidido, aocontrário de seu colega brasileiro - moveu campanhamemorável contra os juízes menemistas. Os atacoupublicamente pelas TVs, no Congresso, em discurso naCasa Rosada, citando os nomes, esculhambando-os deforma implacável. Não deu outra: alguns se aposentaramrapidinho, outros enfrentaram "juícios políticos" noparlamento, respondendo por seus crimes e sendodefenestrados do sinistro prédio encravado no bairrode Retiro, no coração da metrópole portenha. Hoje osargentinos respeitam sua corte suprema, reverenciam osseus juízes, não conhecem mais histórias escabrosasenvolvendo os homens que representam a justiça de seupaís.**Nós, de Pindorama, ao contrário, estamos acordandopara um pesadelo. Começamos a ver que a suspicácia nãose circunscreve somente ao legislativo, com figuraslastimáveis como a do podre Severino Cavalcanti, dofedorento José Borba, dos petistas promíscuos domensalão, do insepulto cubano Zé Dirceu, da figuraabjeta do "Bispo" Rodrigues. Esses já foram condenadospela opinião pública. E não me venham dizer que aopinião pública está errada. Não! Não há santinhos oubeatos nessa história. Os que foram pegos peloredemoinho da crise desatada pelo insaciável RobertoJefferson são todos do mesmo naipe,uns-mais-outros-menos, mas todos da mesma tribo e damesma taba. Nosso pasmo se estende, também, aojudiciário. E isso é muito pior. Desgraçado de um paíscom um judiciário desmoralizado e com juízes em quemninguém confia ou respeita.**O político Nélson Jobim foi quem começou essa histórianada edificante. Foi ele, foi ele, sim, quem primeirorasgou a toga e deixou à mostra as intimidades queninguém queria ver: envolvimento político, claraadvocacia de interesses, cabala de votos, intromissãonos outros poderes, partidarização de suas atividades,votos estarrecedores, concessões de hábeas-corpus aDelúbio Soares e Marcos Valério, afrontas constantes àcidadania. Caiu de majestade o ex-sócio de EliseuPadilha, amigo de José Serra e de José Dirceu, aliadode FHC e do cumpanheiro Lulla, candidato a cargoeletivo nas próximas eleições, a mais controvertida epolêmica figura que já passou pelo STF.**Agora o mineiro Carlos Mário Velloso, uma das melhoresfiguras do STF, um brasileiro da melhor qualidade,resolve nos escandalizar com decisão absolutamenteilegal. Pisoteando norma do próprio tribunal ao qualpertence, não dando bola para a Súmula Vinculante,desconhecendo o histórico do processo que levou Pauloe Flávio Maluf ao xilindró, o ministro resolveumostrar o seu lado paternal, de mineiro afetuoso e,penalizado, ressaltou o sofrimento de um pai quedivide uma cela precária com o próprio filho.Humanista de fancaria, como se vivesse em outro paísou habitasse planeta distante, nos confins da ViaLáctea, o conspícuo magistrado soltou a dupla delarápios que desviou dos cofres públicos de São Pauloum montante que pode passar de US$ 1 bilhão. Concedeu,com a caridade de uma Irmã Dulce e a superioridade deum Mahatma Gandhi, a liberdade a dois ladrões queroubaram milhares de salas de aula que não foramconstruídas, centenas de quilômetros de ruas eavenidas que não foram pavimentadas, incontáveisleitos, postos de saúde ou hospitais que não saíramdas pranchetas, milhares de toneladas de merendaescolar que não mataram a fome de estudantes carentes,de salários de professores e servidores municipais quenão foram pagos, de milhares de empregos que não foramgerados. A piedade cristã desse magistrado respeitávelassegurou a liberdade a dois sujeitos cuja honradezcorresponde a quatro toneladas de documentosincriminatórios enviados pela justiça da Suíça aoMinistério Público de São Paulo. Os nobres sentimentosdo ministro Velloso não podem se sobrepor às 600 horasde gravações telefônicas, ordenadas pela própriajustiça e realizadas pela Polícia Federal, onde pai efilho protagonizam diálogos que fariam Al Capone eseus lugar-tenentes corarem de sincero pejo.**Fiquei surpreendido com o ministro Velloso. Tenho porele um respeito sincero, uma reverência absoluta. Eele sempre fez por merecer esse tratamento. Mas aocontrário de nosso (dele e meu) conterrâneo CarlosDrummond de Andrade, que nos mandava destapar osfracos de colônia e abafar o mau cheiro insuportávelda memória, resolvi fazer o oposto. Fechei os frascos.Fechei com força, com decisão, não querendo o cheirobom da água de colônia. Fui recordar os fatos eremexer na memória. Lembrei-me do aniversário de umcolunista de Belo Horizonte, onde circulavam lobistas,doleiros, políticos, socialites e deslumbrados. Lá,simpático e bonachão, estava o Ministro Carlos MárioVelloso, meio deslocado num canto do salão.Aproximei-me, falei de amigos comuns e batemos umlongo papo pelo resto da noite. Não me engano: é umhomem da melhor qualidade moral, além de um magistradoque sempre expendeu votos que dignificam sua já longacarreira na magistratura. Fiquei preocupado com essadecisão do Ministro Velloso: já é uma metástase doestilo jobiniano: um ministro decentíssimo do STFlibertar dois assaltantes movido por "piedade"...**Não quero um Supremo Tribunal no qual não confie. Nãoquero que ao lado de um Celso de Mello ou de um MarcoAurélio, de um Gilmar Mendes ou de um Ayres de Britto,ou de qualquer um dos outros ministros que não temvestido a toga pelo avesso, se sentem magistrados quejulguem por sentimentos paternais, ligaçõespartidárias ou posturas que gerem comentáriosimpublicáveis. Não aceito como cidadão. Tenho essedireito. Os brasileiros tem o direito de exigir que oSTF se dê ao respeito. A coisa chegou a um ponto tãoabsurdo, tão lastimável, tão escandaloso, que umministro vota contra a vontade do Dr. Jobim e eleataca verbalmente o colega, obrigando outro a socorrero primeiro pedindo que "não baixe a guarda, ministro".E o Dr. Jobim, diz que o voto do colega é "udenista" elembra que "foi a UDN que levou Getúlio ao suicídio".Desmemoriado esse Nélson Jobim! Recomendo-lhe que serecorde de que foi ministro de Fernando Henrique edele ganhou sua vaga no Supremo, e tal governo viviacantando em verso e prosa "o fim da era Vargas". Nãosabia que o distinto era getulista. Queinteressante... Se for à biblioteca do Supremo e seder ao trabalho de ler nosso maior historiador, osaudoso Hélio Silva, vai saber que seu avô, entãogovernador do Rio Grande do Sul, conspirou tantocontra Vargas quanto qualquer das vestais paridas daUDN. Por trás, já que pela frente disputava espaço nopalanque e atenção do velho até com GregórioFortunato.**Vamos limpar o STF. Seus ministros não estão acima dobem e do mal. Quero respeitar, quero amar, queroreverenciar a suprema corte de meu país. Quero abaixarminha cabeça para suas decisões. Quero não duvidar dahonorabilidade de seus veredictos. Quero poderdefender seus integrantes. Não quero saber de histórianenhuma sobre qualquer um deles que não seja elogiosa.Não quero que pairem dúvidas, nem se ouçam críticas,nem que se duvide do saber jurídico de seus ministros.Não quero que se diga nada sobre suas condutas, a nãoser que são absolutamente ilibadas. I-li-ba-das. Nãoquero saber que qualquer ministro voou em jatinho debanqueiro, nem se hospedou em hotel por conta departido político, nem se sentou em mesa de lobista emrestaurante da moda, nem tem processo de bancodormitando em gaveta alguma.**Não me podem negar o direito de querer bem o SupremoTribunal de meu país. Se assim o fizerem, lamentoinformar que - mesmo não sendo masoquista - terei atéorgulho em ser condenado por um tribunal que soltaMaluf e seu filhote e garante prévia impunidade aladrões que vão depor em Comissões Parlamentares deInquérito. Nunca o STF esteve na berlinda como agora.Algo há que ser feito. É preciso, urgentemente,promover a responsabilização penal e política, atravésdo Congresso Nacional como representação maior dasociedade civil, do Ministro Nélson Jobim. Juiz não édivindade, toga não é sudário.

Emprego à rodo

ME PERGUNTARAM, ATRAVÉS DE UMA PESQUISA NA INTERNET, SE EU CONCORDAVA COM A FALA DO NOSSO ILUSTRE PRESIDENTE, LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA, DE QUE "O PAÍS VIVE O MELHOR MOMENTO PARA EMPREGO EM 25 ANOS". BEM, VAI ABAIXO MINHA OPINIÃO:

SIM, concordo. E ai de quem dIscordar de mim!!! vejamos os números: Lula, desde 1978, não trabalhava (vivia as custas do PT). Arrumou um empregaço de Presidente da República das Bananas, onde ele pode viajar com a sua caipira de bolsinha (Dona Marisa); José Dirceu, aspirante de guerrilheiro, nunca lutou na vida, pois passou ela se escondendo e vivendo como se fosse um bom moço. Arrumou um empregaço de Ministro da Casa Civil e, de quabra, arrumou um empregaço para sua mulher e para a sua ex-mulher. Antônio Palocci, Prefeito medíocre de uma Cidadela do Interio de São Paulo. Arrumou um empregaço de Ministro da Fazenda e, de quebra, arrumou um empregaço para sua mulher. E tem mais, muito mais... Mais só para fechar, ele acabou com 20 mil desempregados (todos sem qualificação nenhuma). O requisito? ser filiado ao PT. VIU, COMO ELE REALMENTE CRIOU MUITOS EMPREGOS? ai se alguém discordar de mim...

Abraços,
Marcelo Santos
Por Um Brasil Melhor!!!

online visitas